Bem Vindo, visitante! [ Cadastre-se | Entrarrss  |  tw

Britânico que teve o melhor emprego do mundo conta como era sua rotina

OM | Diversos, Marketing, Mundo | 24 de abril de 2012

 

O inglês Ben Southall  fala de como é ter o Melhor emprego do Mundo

O inglês Ben Southall fala de como foi ter o Melhor emprego do Mundo

Em 2009, o britânico Ben Southall assumiu o que foi à época chamado de “melhor emprego do mundo” – zelador de uma ilha tropical australiana – depois de bater 34 mil concorrentes.

Ele recebeu um salário anual de 150 mil dólares australianos e acomodação em uma mansão de luxo na ilha Hamilton, no Estado de Queensland.

Acompanhado de sua namorada da época, ele passou os seis meses seguintes viajando pela região para promovê-la.

Hoje, quase três anos depois, o que ele anda fazendo?

Quando partiu para assumir o “melhor emprego do mundo”, Ben deixou o trabalho de arrecadador de fundos de uma agência de caridade em Peterfield, no condado de Hamsphire, e já tinha nas costas uma boa experiência com viagens, tendo completado várias expedições solo pela África.

“Quando vi o anúncio do emprego, pensei que seria como viver em uma ilha deserta, da mesma forma que Tom Hanks em O Náufrago”, diz ele.

“Mas foi depois que venci e fui entrevistado pela Oprah Winfrey, em programa transmitido para 140 países, que pensei como tudo estava se tornando grande demais”, afirma.

Trabalho

Seu trabalho era testar atrações turísticas ao longo da Grande Barreira de Corais, incluindo produzir conteúdo de fotos, texto e vídeo para um blog para divulgar o potencial turístico do local.

Embora alguns suspeitassem que o anúncio do emprego – que obteve grande destaque na mídia mundial – fosse uma jogada de marketing, Ben diz ter trabalhado mais do que o esperado.

“Trabalhei bastante. Este devia ser chamado de emprego mais ocupado do mundo”, diz.

“Cada dia era uma experiência diferente: jet sky, me hospedar em pousadas de cinco estrelas à beira da praia, mergulhando e depois escrevendo sobre isso.”

“Exigi muito de mim por ter uma ética profissional rígida. Há cerca de 150 mil pessoas trabalhando com turismo em Queensland, portanto a pressão era grande por causa da responsabilidade que eu sentia por eles”, completa.

Exceto por uma ferroada de um tipo de água-viva conhecida como Irukandji, uma das criaturas mais perigosas da Austrália, sua experiência foi bastante positiva.

Além disso, ele fez um programa para o canal National Geographic e participou de um programa infantil australiano.

Expedição

Mas Ben não fazia uma viagem longa desde o tempo em que passou na África, e sentia falta do desafio de um projeto maior. Então, em maio de 2011, ele inicou “a melhor expedição do mundo”.

Durante quatro meses, ele remou, pedalou e velejou navegou por 1,6 mil km em um caiaque do tipo Hobie pela Grande Barreira de Corais, refazendo a rota que o capitão James Cook havia feito há mais de 240 anos.

A expedição reacendeu sua sede por viagens, e ele já planeja novas aventuras, dessa vez pela Ásia. Mas, ao contrário de suas viagens pela África, ele não deve embarcar sozinho na próxima aventura, já que vai se casar em novembro com Sophee, que conheceu há 18 meses.

Ao olhar para trás e fazer um balanço dos últimos três anos, Southall diz que, se não houvesse ganhado a competição, teria continuado dividindo seu tempo entre trabalhos na Grã-Bretanha e viagens para lugares inóspitos.

“O emprego me permitiu viver aventuras e continuar explorando, escrever sobre isso e aprender novas coisas, como filmagem, edição, apresentação em público e trabalho de TV”, diz Southall, que hoje vive na cidade australiana de Brisbane.

“São coisas ótimas que, se não fosse a competição, eu nunca teria feito.”OM Londres o seu Portal em Língua portuguesa em Londres

Divulgue seu produto ou serviço em Londres

Mais informações Londres + 44 020 8133 0069
Veja detalhes de publicidade no OM
+ informações entre em contato: info@omlondres.com
My status

Fale grátis Facebook Twitter Orkut SKYPE

Não deixe de curtir nossa página no Facebook – www.facebook.com/OMLondres
E nos seguir no Twitter twitter.com/#!/melhordelondres

 

 

634 visualizações, 2 hoje

Robin Johnson deixa Brasil e assume cargo em Londres

OM | Brasil, Diversos | 27 de fevereiro de 2012

Depois de três anos à frente do Visit Britain na América Latina, Robin Johnson foi promovido no órgão de turismo do governo britânico e voltará para Londres. A partir de 1º de maio, ele assume o cargo de Chefe de Mercados Internacionais e gerenciará os 25 escritórios do Visit Britain no mundo, entre eles o Brasil.

“Foram três anos muito intensos e gratificantes, em que vimos o Brasil se tornar o país que registra o maior crescimento no número de visitantes no mundo para a Grã-Bretanha”, diz Robin. No trimestre de outubro a dezembro de 2011, 92 mil brasileiros visitaram a Grã-Bretanha, um aumento de 60% comparado ao mesmo período do ano anterior.

Robin Johnson trabalha no Visit Britain desde 2006, onde ocupou o cargo de coordenador de projetos especiais e em seguida foi responsável pelo desenvolvimento da estratégia da empresa para a Olimpíada e Paralimpíada de Londres, para promover os destinos britânicos antes, durante e depois dos Jogos de 2012. Antes de deixar o Brasil, Robin vai selecionar o executivo que irá substituí-lo na gerência do escritório da América Latina, com sede em São Paulo. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail Robin.johnson@visitbritain.org.

TRADE

O Visit Britain do Brasil aproveita para anunciar a contratação de Karla Ventura para ocupar o cargo de gerente de Travel Trade. Graduada em Relações Internacionais pelo Centro Universitário Belas Artes, Karla trabalhava desde 2007 no Departamento de Turismo do Consulado Geral da Suíça.

Karla promoverá treinamentos, organizará viagens de familiarização e coordenará a realização do 2º Workshop Tam Grã-Bretanha, programado para setembro de 2012, com a participação de mais de 30 empresas britânicas de produtos e serviços de turismo. “Karla também vai auxiliar o trade no desenvolvimento de novos destinos na Grã-Bretanha além de Londres, como Escócia, País de Gales e o interior da Inglaterra, que o consumidor brasileiro está procurando cada vez mais”, explica Robin.

 

546 visualizações, 1 hoje

Sobrevivente de ataque a bomba em Londres cria aplicativo para deficientes

OM | Diversos | 31 de janeiro de 2012

Um sobrevivente dos ataques a bomba em Londres em 2005 criou um aplicativo de smartphone para ajudar pessoas com deficiência a se locomover com mais facilidade pela capital britânica.

Daniel Biddle perdeu as duas pernas, o baço e a visão do olho esquerdo quando um extremista detonou uma bomba no vagão de metrô na estação Edgware, no dia 7 de julho de 2005.

“O que aconteceu comigo em 7/7 me roubou toda a capacidade de ir praticamente a qualquer lugar”, disse o sobrevivente à BBC.

“Posso pensar em inúmeras ocasiões em que precisava encontrar um banheiro ou ir a um restaurante, e foi impossível. Faltam informações úteis para pessoas em cadeiras de roda, dificuldades de aprendizado e problemas de visão.”

Acessibilidade

O aplicativo Ldn Access, criado por Biddle e uma amiga, Tobi Collett, armazena detalhes sobre percursos sem degraus, rampas e instalações sanitárias adaptadas que podem ser encontrados em milhares de locais na capital britânica, como hotéis, teatros, restaurantes, bares, etc.

Através de tecnologia de localização, o programa consegue oferecer informações baseadas na área em que o usuário se encontra. Pode-se escolher uma categoria geral, como restaurantes, e a partir daí refinar a busca, por exemplo, por tipo de comida (indiana, chinesa, grelhados, etc.).

Biddle diz que a dupla criou um aplicativo simples de usar “porque alguém com problemas de destreza, ou artrite nas mãos, pode não ser capaz de digitar palavras muito longas. É simplesmente apertar um ícone na tela”.

O aplicativo tem informações inclusive sobre os locais que serão usados nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Londres, a partir do fim de julho. E funciona sem conexão com a internet, o que significa que mesmo dentro do metrô o usuário pode checar as informações.

“Para checar se as informações estavam corretas, fomos às ruas e visitamos aleatoriamente os locais listados no aplicativo”, conta Biddle. “Tivemos de identificar os locais, entrar nos sites dos lugares, fazer ligações.”

A princípio, o aplicativo roda apenas no sistema operacional iOS, da Apple, mas Biddle e Collett pretendem investir o dinheiro levantado com as vendas originadas na loja da Apple, onde está disponível, para criar versões para Android, Blackberry e Windows Phone, e não só sobre Londres, mas outras cidades britânicas.

“Com esse aplicativo, queremos mostrar que a deficiência física não é um problema, o problema é a falta de acessibilidade”, afirma Biddle. “A tecnologia pode ser excelente para prover independência. Queremos que este ajuda os deficientes físicos a fazer o que quiserem.”

309 visualizações, 1 hoje

Renato Machado fala sobre mudança para Londres

OM | Brasil, Mundo | 29 de dezembro de 2011

Renato se mudou há dois meses e tem pouquíssimos móveis na sala: uma televisão, que sempre fica ligada em canais jornalísticos, uma mesa com três banquinhos, um computador e um colchão inflável

De volta à estaca zero. É assim, cheio de energia e ânimo, que o jornalista Renato Machado, 68 anos, define sua nova etapa de vida. Em outubro, ele foi transferido pela Rede Globo para Londres, onde iniciou sua carreira como repórter da BBC, emissora pública britânica, há quatro décadas. Em 1988, o jornalista retornou à capital britânica e ficou cinco anos no posto de correspondente da Rede Globo. ”É curioso eu ter vindo para um lugar onde comecei. Você volta um pouco o relógio e é um sopro de entusiasmo, de uma época em que estava realmente iniciando uma etapa. Não deixa de ser um recomeço”, diz. Nos últimos 15 anos, ele apresentava o jornalístico matinal Bom Dia Brasil.

Renato explica que mudar para o exterior é tarefa árdua. ”Procurar apartamento não é para amadores. Mudar de país, de casa, buscar um lugar para morar num país estrangeiro a essa altura dos combates não é um trabalho simples”, avisa Renato. Ele demorou dois meses para encontrar seu novo endereço, onde vive com a jornalista Monica Morel, com quem se casou antes de seguir para Londres. Os dois moram em Belsize Park, bairro da atriz Cameron Diaz, 39, e da modelo Kate Moss, 37.

Por ora, Renato e Monica vivem com o básico. Na sala, há apenas uma TV, sintonizada em canais jornalísticos o dia todo, um colchão inflável, uma mesa para refeições com três banquinhos, uma almofada e um computador. ”Pode dizer aí que a casa está zerada, estou aguardando promoções para comprar móveis. Sou gente como a gente.”

 

1,534 visualizações, 2 hoje

Londres vai ter teleférico que vai cruzar o rio Tâmisa

OM | Diversos | 14 de dezembro de 2011

A cidade de Londres terá um teleférico que vai cruzar o rio Tâmisa e interligar o maior local de entretenimento da Europa com o maior centro de exposições do Reino Unido. A inauguração do teleférico está prevista para o verão europeu de 2012 e vai conectar a arena do O2, em North Greenwich, ao centro de exposições Excel no Royal Victoria Dock. Ambos vão sediar competições das Olimpíadas. A travessia de teleférico será denominada Emirates Air Line e os passageiros vão viajar entre as duas novas estações, chamadas Greenwich Peninsula e Emirates Royal Docks.

O primeiro teleférico urbano do Reino Unido estará 50 metros acima do Tâmisa, interligando o norte ao sul de Londres. Ele terá capacidade para transportar até 2.500 pessoas por hora em cada direção, o equivalente à ocupação de 30 ônibus. Estima-se que o Emirates Air Line irá atender 2 milhões de passageiros por ano.

 

931 visualizações, 2 hoje

A cerveja Corona leva jardim tropical ao inverno de Londres

OM | Diversos, Marketing | 14 de dezembro de 2011

Com a ação, a companhia mexicana busca criar uma experiência de marca, oferecendo imagens, aromas, sons e sabores para que os consumidores sintam-se na estação mais quente

A cerveja Corona Extra criou um espaço tropical no inverno de Londres para divulgar a marca, aproveitando o fim de ano. A empresa construiu um jardim fechado, com aquecimento para deixar a temperatura bem mais quente, decoração de palmeiras e elementos dos trópicos.

A pop-up store chama-se Corona Extra Summer e tem o objetivo de levar o verão à época fria da cidade, funcionando apenas de 15 a 17 de dezembro.

Com a ação, a companhia mexicana busca criar uma experiência de marca, oferecendo imagens, aromas, sons e sabores para que os consumidores sintam-se na estação mais quente.

Para isso, serão servidas as cervejas com rodelas de limão e haverá músicas relacionadas ao tema.

Outro ponto é oferecer uma alternativa aos festejos tradicionais do Natal. Na divulgação na fan page, a marca chama os consumidores a escaparem do frio e das canções natalinas.

 

837 visualizações, 2 hoje

Cinema de luxo em Londres servirá risoto, frutos do mar e vinho

OM | Cultura, Diversos | 13 de dezembro de 2011


A pipoca e o refrigerante deixarão de reinar no cinema “The Lounge”, que será inaugurado em janeiro de 2012, em Londres. No lugar da tradicional refeição, entrará um cardápio digno de restaurante, servido dentro da sala de projeção. De acordo com o site Zagat, o projeto foi idealizado pelo chef Rowley Leigh, dono do Le Café Anglais, em parceria com a rede de cinemas Odeon.

O menu ainda não está pronto, mas conterá sanduíches, risoto, frutos do mar, pipoca gourmet e sorvetes de sabores diferentes, como erva-cidreira. Além de refrigerante, a carta de bebidas também terá vinhos como opção. As filas também não serão um problema para quem frequentar o cinema.

Em cada uma das cinco salas do complexo, haverá, no máximo, 50 poltronas de couro reclináveis e equipadas com um botão para chamar o garçom. Todo esse luxo custará de 30 a 40 libras por pessoa (algo em torno de 85 a 113 reais).

No Brasil, esse tipo de cinema já existe. No Cinemark Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, por exemplo, o cardápio também possui itens requintados, elaborados por sommeliers e chefes de cozinha, e até a pipoca é coberta com molhos especiais. Antes de o filme começar, a comida é levada por um garçom até a poltrona, também reclinável, feita de couro e com bandeja acoplada. O preço pode ultrapassar 50 reais por pessoa.

O Kinoplex do Shopping Vila Olímpia, São Paulo, também oferece esse tipo de serviço, com direito a garçom, poltrona reclinável e maior do que as de salas comuns. Antes da sessão, o público espera o início do filme em um espaço longe, onde já podem provar os itens do cardápio. Para assistir ao filme, cada pessoa pode pagar até 47 reais.

Ao lado do condomínio fechado Alphaville, em Barueri, São Paulo, o Cinépolis Iguatemi Alphaville também oferece serviços semelhantes, com cardápio especial e sala de espera VIP, por um preço que pode chegar a quase 50 reais.

 

650 visualizações, 1 hoje

Baladas luxuosas dos britânicas

OM | Cultura, Diversos | 29 de novembro de 2011

Mo * Vida

Quem está a fim de cair na noite em algum outro lugar do mundo deve saber que, principalmente se a ideia é conhecer lugares badalados e frequentados pelas celebridades, é bom estar com as economias em dia.

Os entendidos afirmam que balada chique mesmo é tão VIP, que pode até não tem preço. Nesse caso a restrição do público AAA acontece de forma natural devido aos custos exorbitantes das bebidas e quitutes.

Ambientes internos e externos possuem requinte extremo, decoração delicada e muito conforto.

Como exemplo desta boa vida, as celebridades britânicas escolheram o Movida ( saiba mais )como o night club mais badalado de Londres. Constantemente fechada para festinhas particulares das personalidades e VIPs, a entrada para o local costuma ter um precinho salgado: 500 libras.

Em Las Vegas, nos EUA, a cidade do pecado tem a XS Nightclub, que já foi intitulada a mais cara do mundo com reservas de quase US$ 20 mil. Localizado dentro do hotel Encore, a casa possui mais de 30 cabanas ao redor de uma piscina. Entre as extravagâncias do local, está um drink de US$ 10 mil, nada mal para os figurões milionários à la Charlie Sheen que pintam por lá afim de uma boa noitada.

 

1,099 visualizações, 2 hoje

Página 1 of 3123››

Cadastre-se e receba novidades

Insira seu e-mail:

Delivered by Mix Mais

Oferta


Translate

EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish

Link em destaque

Twitter